Texto, Cronica, História da Hora - Cronicas Pequenas


Ele já estava alguns minutos atrasado. A namorada dele havia pedido que ele estivesse lá no relógio do shopping às oito horas em ponto porque a sessão começaria às oito e quinze. 
O chefe dele pediu para que ele terminasse um serviço. Mesmo ele correndo para dar tempo de fazer tudo, ele acabou se atrasando na hora de sair do trabalho. 
Quando ele se deu conta já eram sete e quarenta e cinco. imediatamente ele se lembrou que o estacionamento onde estava o carro dele fechava às dezenove e trinta da noite. Mesmo tendo perdido à hora ele foi correndo para ver se dava tempo dele ainda pegar o carro.
Tarde demais!
O tiozinho do estacionamento disse ao rapaz da relojoaria  vizinha que ele não pederia esperar por mais ninguém. Ele tinha que fechar o estabelecimento na hora certa por conta de um compromisso importantissimo que ele tinha às oito horas da noite lá no centro da cidade.
Ele olhou para o relógio. Já eram sete e cinqüenta e oito. Ele resolveu ligar para a namorada e dizer a ela que, infelizmente, apesar dele ter corrido contra o relógio, ele não conseguiria chegar a tempo de assistir ao filme que ela há tantos dias esperava ver.
Ela deu um tempo e pensou. Depois, num gesto de extrema compreensão, disse ao rapaz:
Tudo bem amor! Não vai faltar tempo e nem oportunidade para que, no futuro, a gente possa assistir esse filme da hora.

Edilson Rodrigues Silva

Veja aqui: Mais histórias engraçadas

COMO COLAR?

Cursos Gratuitos

CRONICAS MAIS POPULARES

Translate

Comunicado

Comunicado